Telefones: (21) 2545-4000 / (21) 3576-0444

DST

dst

As patologias transmitidas pela atividade sexual são conhecidas há séculos e por muito tempo permaneceram sem tratamento adequado. Hoje os hábitos de vida são diferentes, o acesso a informação também mudou, mas este tipo de doença ainda é comum no nosso meio. Todas as pessoas sexualmente ativas possuem o risco de ter alguma doença transmitida por via sexual. O uso do preservativo está indicado em todas as relações sexuais, uma vez que protege tanto o homem quanto a mulher da grande maioria destas doenças.

        O vírus da imunodeficiência humana (HIV) e da hepatite B e C causam doenças com manifestação extragenital acometendo diversos órgãos. Além da via sexual podem ser transmitidas pelo compartilhamento de seringas contaminadas, pelo contato de mucosas com sangue contaminado, por ferida causada com instrumentos contaminados com o vírus e para o feto durante a gestação. A hepatite C possui transmissão ainda não totalmente esclarecida.

        Nesta coluna do Site vamos nos ater aquelas doenças sexualmente transmissíveis que causam sinais e sintomas nos órgãos genitais e serão abordadas de forma sindrômica tais como: corrimento uretral, úlcera genital e verruga.

        O Corrimento Uretral (descarga uretral) é a saída de secreção pela uretra.  Normalmente este sintoma é percebido pelo paciente com a visualização direta da saída da secreção pela uretra ou indiretamente ao notar sua roupa íntima suja de secreção. Esta secreção pode ser abundante ou escassa, purulenta ou fluida e pode estar associada a outros sintomas com disúria (ardência ao urinar), odor fétido, prurido (coceira) e aumento da freqüência urinária. Estes sintomas caracterizam as Uretrites e as principais bactérias causadoras desta síndrome são: Neisseria gonorrhoeae, Chlamydia trachomatis, Trichomonas vaginalis, Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Fechar Menu